terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Nostalgia...

Dizem as pesquisas que os homens heterosexuais pesam em sexo 70% do seu dia e que o homosexual pensa em sexo 92%. Eu como não podia sair diferente da forma predestinada aos gays vivi assim não vou mentir.

Sexo sempre foi uma confusão na minha cabeça eu sempre fiquei naquele fogo pra poder transar e quando chegava na hora eu esfriava, achava tudo estranho, ao mesmo tempo que era muito gostoso era muito nojento a além de tudo doía muito eu sei como sofri, rs.

Á pouco tempo atrás os gays se dividiam em ativos e passivos, eu fui para o lado passivo, poucas vezes eu tive prazer, sempre doeu muito, as vezes que eu tive prazer foram quando eu fiz sexo sem camisinha, esses foram os únicos momentos que eu me sentir bem como passivo.

Hoje os gays são versáteis a maioria, acho mais legal, e também me tornei adepto, bem melhor não acha ?

A minhas ultimas transas sem camisinha serão sempre um mistério na minha vida, um mistério porque eu nunca vou saber na verdade quem foi.

Eu me apaixonei por um amigo meu, já comecei errado não é?, fazer o que?

Ele que eu vou chamar de “João” era o tipo de cara que todo solteiro queria, homem alto, bonito cabelos claros e inteligente. João é do Sul ele tem um sotaque que me fazia derreter, todos aquele atributos me enlouquecia e agente começou a ter uma amizade até que bem bacana, tinhamos um carinho muito grande um pelo outro, ficamos até algumas vezes, mas sem nada de mais até certo dia.

Ele era do tipo pegador, mesmo sendo casado com outro Homem, ele nem ligava se estava traindo ou não, acho que respeito nunca foi um dos seus maiores atributos.

Eu tinha voltado das minhas férias no interior, o seu parceiro havia viajado, ele me chamou pra ir dormir na sua casa porque estava com saudade de conversar comigo, queria me ver, me abraçar, saber das novidades e é claro que eu fui com segundas intenções.

Eu estava todo empolgado, tinha me arrumado, cheiroso, feliz da vida porque eu como todo romântico acharia que dali sairia um casamento, nos encontramos, saímos e fomos comer, os papos estavam sendo colocados em dia, chegando em sua casa, conheci seu cachorro e até brincamos com ele.

Ele tinha me pedido que quando eu fosse a sua casa aquele dia que eu levasse o DVD pornô que eu havia comprado para nós assistirmos juntos, eu sei que quando agente colocou esse DVD daí por diante mais nada prestou, nossos desejos mais inconscientes se afloraram pela pele e daí por diante eu fui levado por um sentimento de prazer incomum.

Eu sei sempre via uma verdade no seu olhar, coisa de romântico e apaixonado poderia estar errado, transamos sem camisinha afinal ao que tudo indicava um confiava muito no outro. Foi uma noite maravilhosa transamos até o dia amanhecer e para falar a verdade eu não me arrependo um minuto, eu sempre tive esse desejo que na verdade era mais um sonho e a noite foi a melhor da minha vida.

Talvez essa noite poderia trazer mais conseqüências em minha vida, mas eu não saberia ainda e talvez nunca vá saber....

11 comentários:

Marcelo Dantas disse...

OLá eu gostei do seu blog, tembém tenho um blog que fala do HIv e fiz um post sobre o seu blog, também colquei um link permanente para a sua página.

Abraços,

Marcelo

Paulo Giacomini disse...

Olá, parabéns pelo blog. Linkei ao meu. Qdo puder, dá uma passada lá também. Abração e Viva a Vida!

Larissa disse...

Gostei do seu Blog e principalmente por vc se declarar como um "positivo feliz".
Compartilhe com todos qual é a sua atitude contra a aids!
Acho importante trocarmos experiências...
Depois visite www.qualsuaatitude.com.br
Abraços!

Vida PositHIVa disse...

Nossa, vi em tudo que vc escreveu na introdução muitas coisas que eu tambem vivi.
Uqando achei teu blog tava pensando em criar um pra mim, lendo o teu fiquei muito mais insentivado, criei o meu hoje!
Queria muito poder conversar contigo e trocar ídeias sobre o que passamos, minha cabeça ainda tem muitas dúvidas e confusões.
Um grande abraço

Larissa disse...

Fiz um post sobre seu blog!
Depois passa lá
http://blog.qualsuaatitude.com.br/

Tiago+ disse...

Bacana teu blog, mantenha a regularidade na escrita, é bom tanto para você, funciona como uma terapia falar sobre o vírus, quanto para os outros que podem enxergar em você um modelo positivo.

Você está linkado na minha página, lá tem vários textos meus falando sobre a minha vivência de mais de 15 anos com o hiv.

Abração!

Homossexual e Pai disse...

Fala Fê, acesei seu blog atraves do "tiago quintana". Parabens por seu texto corajoso e aberto, obrigado por dividir sentimentos tão fortes com todos. tenho certeza que tem muito a ensinar
Força na peruca!
abs

Homossexual e Pai disse...

sexo realmente é bom, e recheado com carinho e amor então...
abraços!

mié disse...

Olá positihivofeliz.

Pois é...memórias...nostalgicas, quem as não tem?
Gostei deste seu excerto de vida, da forma aberta como descreve. Afinal somos todos românticos :).

Cheguei ao seu espaço através do Blog do Paulo Saúde e Aids. Também estou infectada com o HIV, e com mais dois amigos também seropositivos, abrimos o blog "Tempo de Janela", ao qual tivemos a honra de adiccionar o seu link, no espaço "Blogosfera PositHIVa".

Um bom final de semana para você, tudo de bom.

Beijo

Paulo disse...

Um abraço em forma de laço!

Gostei muito de conhecer este espaço dedicado à nossa causa.

PositHIVo sempre!

Comunicação disse...

- Se passou por alguma situação de risco neste carnaval, é importante que você faça o teste de Aids: http://bit.ly/fcZMqW #fiquesabendo

Conheça a Campanha contra a Aids deste Carnaval: www.camisinhaeuvou.com.br
Siga-nos no Twitter e fique por dentro: www.twitter.com/minsaude
Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br ou www.formspring.me/minsaude
Obrigado,
Ministério da Saúde